Ministra da Agricultura confirma fechamento da unidade da Embrapa em Parnaíba.

0
21

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Teresa Cristina, decidiu que a unidade da Embrapa em Parnaíba, região norte do Piauí, depois de trinta anos de atividade, vai fechar. Projetos do setor primário ficarão desassistidos e 58 funcionários desempregados.

O presidente da Câmara de Vereadores de Parnaíba, Carlson Pessoa e o vereador David Soares tentaram manter a Embrapa na cidade, mas com argumento de que a piscicultura não era atividade fim da entidade, o Governo Federal manteve a decisão de fechar.

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa Agropecuária, que compreende a Embrapa, Codevasf e outras empresas públicas, o SINPAF, publicou uma matéria denunciando o desmonte e transferências compulsórias da Unidade de Execução de Pesquisa em Parnaíba.

Além das transferências de equipamentos de pesquisa e do fechamento de laboratórios, os gestores da Embrapa tomaram a decisão de transferir compulsoriamente 55% do quadro de trabalhadores para a Embrapa Meio-Norte, localizada em Teresina.

De acordo com o presidente da Seção Sindical Parnaíba, Antônio Raimundo Júnior, existe uma demanda local do setor agropecuário, como o distrito de irrigação que está em fase de finalização, assim como os projetos de manejo e gestão ambiental da aquicultura, viabilidade da pequena e média exploração do cajueiro, estratégias para a sustentabilidade da produção de acerola orgânica irrigada, entre outros.

O sindicato, trabalhadores da Embrapa, políticos, associações de agricultores, associação comercial, todos estão mobilizados para tentar frear essa desestruturação que vai impactar economicamente a geração de renda na região do Baixo Parnaíba Piauiense. Fonte: BBSilva. Foto: Bruno Santana/Tribuna de Parnaíba. Edição: APM Notícias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui