Parnaibano Cândido Feliciano da Ponte Neto morre de insuficiência pulmonar no Rio de Janeiro.

0
50

O parnaibano Cândido Feliciano da Ponte Neto morreu de complicações pulmonares na cidade do Rio de Janeiro nesta quarta-feira (7). Ele era irmão da professora, escritora e membro da Academia Parnaibana de Letras, Dilma Ponte de Brito e tio dos também acadêmicos Dante e Breno Ponte de Brito.

Cândido Feliciano da Ponte Neto, de 72 anos, era superintendente da Mitra Arquiepiscopal do Rio de Janeiro, diretor da Cáritas Arquidiocesana, diretor do Banco da Providência e professor da PUC do Rio de Janeiro.

A Missa de Exéquias está sendo celebrada no meio da tarde na cripta da Catedral de São Sebastião pelo cardeal Orani Tempesta e outra missa está sendo celebrada na Capela do Palácio de São Joaquim.

Cândido Feliciano da Ponte Neto nasceu em Parnaíba, no Piauí, no dia 13 de agosto de 1948. Bacharel em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1972 e mestre em Administração de Empresas pela PUC do Rio de Janeiro em 1984.

Cândido Feliciano da Ponte Neto era casado com a senhora Meirelis Ponte com quem tinha dois filhos, Neto e Juliana. Fonte/Foto: OGlobo. Edição: APM Notícias

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui