Governadores pedem mais pressa na compra de vacinas.  

0
42

Dos 27 governadores de estados e do Distrito Federal, 14 assinaram carta enviada ao presidente Jair Bolsonaro em que pedem pressa na compra de vacinas. Eles alegam que têm envidado todos os esforços possíveis, com a instalação de leitos de UTI, contratação de profissionais de saúde, compra de equipamentos e campanhas de conscientização do uso de máscara e distanciamento social.

Na carta, os governadores, entre eles o do Maranhão, Flávio Dino (PC do B) pedem que os ministérios da Saúde e de Relações Exteriores acionem entidades estrangeiras e organismos internacionais para demonstrar a urgência no envio de um número maior de doses de vacinas ao Brasil.

Para isso, uma das estratégias seria a intermediação e o apoio da Organização Mundial da Saúde, a OMS. “Se não tivermos pressa, o futuro não nos julgará com benevolência”, escrevem. A carta veio horas após o presidente criticar, em Goiás, as medidas mais restritivas adotadas por governadores e prefeitos em várias regiões do país.

Os governadores citam o exemplo de países que têm demonstrado sucesso na redução de casos e mortes por Covid-19 ao combinar prevenção e vacinação com união política.

“Esses imunizantes são hoje para o Brasil e para os brasileiros muito mais do que uma alternativa ou medicamento: representam a própria esperança da população e, nesse sentido, nenhum governante pode correr o risco de não esgotar todas as possibilidades ou de procrastinar ações e procedimentos. Cada minuto, cada hora e cada dia são preciosos e decisivos, e constituem a triste diferença entre viver ou morrer.”, afirmam. Fonte: MaHoje. Foto> Agência Brasil. Edição: APM Noticias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui