Câmara e Senado prometem avaliar retorno do auxílio emergencial.

0
70


Os recém-eleitos presidentes da Câmara, Arthur Lira (DEM-AL) e do Senado,
Rodrigo Pacheco (DEM-MG), anunciaram nesta quarta-feira, 3, que vão discutir
alternativas para o auxílio emergencial.
O benefício foi pago em 2020 a desempregados, trabalhadores informais e beneficiários
do programa Bolsa Família para ajudar no enfrentamento da pandemia de Covid-19. Os
dois se comprometeram a encontrar "alternativas" para o auxílio respeitando o teto de
gastos, a regra constitucional que impede que as despesas cresçam em ritmo superior à
inflação.
Segundo os dois presidentes o Senado Federal e a Câmara dos Deputados manifestam
que trabalharão de forma conjunta, harmônica e colaborativa em todos os temas que
possam facilitar e ajudar os brasileiros na superação do drama da pandemia, incluindo,
sobretudo, a análise das possibilidades fiscais para, respeitando o teto de gastos, avaliar
alternativas de oferecer a segurança financeira através de auxílio emergencial.

Fonte:DN. Foto: Gazeta do Povo. Edição: APM Notícias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui