ANAC leiloa aeroportos de Teresina no Piauí e os de São Luís e Imperatriz no Maranhão.

0
17

A Agência Nacional de Aviação Civil, a ANAC,vai realizar nesta quarta-feira (7) o leilão da 6ª rodada de concessão de 22 aeroportos brasileiros, agrupados nos blocos Sul, Central e Norte. No Piauí, o aeroporto de Teresina está incluído no Bloco Central, junto com Goiânia, capital de Goiás, Palmas, no Tocantins, Petrolina em Pernambuco e São Luís e Imperatriz, no Maranhão.

Os aeroportos que serão leiloados somam 11% do total do tráfego de passageiros. Atualmente, 67% de todo o tráfego nacional já é concedido à iniciativa privada.

Os vinte e dois aeroportos serão repassados para iniciativa privada por período de 30 anos e durante este tempo, os novos concessionários devem investir cerca de R$ 6 bilhões.

Conforme Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental os investimentos estimados por bloco de aeroportos serão de R$ 2,86 bilhões para o Bloco Sul, R$ 1,8 bilhão para o Bloco Central e de R$ 1,48 bilhão para o Bloco Norte.

Nos 36 meses contados a partir da data de eficácia do contrato (Fase I-B), os aeroportos concedidos nesta 6ª rodada deverão realizar os investimentos necessários na infraestrutura atual para a prestação do serviço adequado aos usuários.

A etapa seguinte do leilão ocorrerá no dia 14 de abril, quando serão entregues os documentos de habilitação dos proponentes vencedores. A assinatura dos contratos de concessão deverá ocorrer após a homologação do resultado pela Diretoria da ANAC.

Em condições normais de demanda, os três blocos de aeroportos processam juntos 11% do total do tráfego de passageiros do país, o equivalente a 24 milhões de passageiros por ano,  dados de 2019. Entre 2011 e 2019, o programa de concessão aeroportuária no Brasil concedeu o equivalente a 67% do tráfego nacional à iniciativa privada. Fonte: MN. Fotos: Correio Ma/CV. Edição: APM Notícias.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui