EQUIPE DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SE REUNIU COM SERVIDORES EFETIVOS NA MANHÃ DESTA QUINTA-FEIRA, DIA 21/01.

0
168

O ano de 2021, começa de modo desafiador para o setor educacional e a SEMED está trabalhando na reestruturação e retomada dos trabalhos como um todo.

O Prof. Rarison Albuquerque, que dirigiu o encontro juntamente com o Secretário Municipal de Educação, Pedro Diniz, que teve que se ausentar brevemente para uma reunião administrativa, disse que o levantamento realizado no recadastramento dos servidores públicos estará sendo repassado à prefeita Luciana Trinta nos próximos dias e assegurou a atenção por parte da gestão, para que o mais breve possível as atividades sejam retomadas, de maneira atrativa e eficiente, trazendo qualidade para a Educação de Araioses, que se encontra em situação de total abandono.

 

 

O Dr. Muryllo Nunes, acessor jurídico do Município, também se pronunciou, informando a

os servidores a falta de governo de transição, bem como a situação precárias dos prédios públicos das unidades e que os responsáveis serão devidamente acionados judicialmente.

 

A equipe da Secretaria definiu que a partir de segunda-feira, dia 25 de Janeiro, todos estejam em seus postos de trabalho, colaborando com o atendimento aos pais para fazerem as matrículas e rematrículas, visando a retomada do ano letivo na rede pública de ensino.

O início das aulas está previsto para a primeira semana de fevereiro e inicialmente ocorrerão em sistema híbrido, método proposto pelo Conselho Educacional, tendo em vista uma rotatividade dos alunos e evitando, assim, a aglomeração.

Diversos relatos de descaso da gestão municipal anterior foram citados pelos servidores presentes.

“Precisamos por a educação no trilho, do contrário, não teremos ano letivo”. Frisou, o professor Rarison, ao ser questionado sobre a precariedade que vai além dos prejuízos causados pela pandemia.

Os auxiliares administrativos e operacionais também foram convidados para que fossem discutidas metodologias em suas áreas, para o novo ano letivo, com base nas adequações por conta da pandemia.

A professora Ana Almeida, membro da equipe da Educação, disse que uma das intenções da prefeita Luciana Trinta, é também matricular as crianças, a partir de 1 ano e 7 meses, na rede público municipal e viabilizar as creches, com o objetivo de dar uma atenção especial às famílias onde as mães precisam se ausentar de seus lares para trabalhar.

 

Por Gabriela Alves

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui